Esgrima Olimpica‎ > ‎

Florete


O florete é uma das três armas utilizadas na esgrima. É uma modalidade olímpica praticada por homens e mulheres, tanto individualmente como por equipas. O florete é a arma mais popular em esgrima e uma das primeiras escolhas na aprendizagem deste desporto.

Uma prova de florete é composta por diversos assaltos, que terminam assim que é marcado um ponto. O vencedor será o atirador que chegar primeiro aos 15 pontos.

Em florete, um toque bem sucedido deve ser aplicado no torso do adversário com a ponta da arma. Este movimento é designado por estocada. O toque é considerado inválido se cair fora da área permitida ou for realizado com a zona lateral da lâmina. A lâmina do florete é bastante flexível e tende a dobrar-se num toque contra o adversário, de forma a prevenir lesões. O comprimento médio das lâminas é de 89 cm. As pontas são rombas, por motivos de segurança, e integram um sistema eléctrico que permite a detecção automática dos toques. Para um toque ser detectado pelo equipamento, o atirador tem que aplicar uma força de pelo menos 4,9 N (newtons). Tal como nas outras disciplinas da esgrima, os atiradores de florete combatem com múltiplas protecções corporais que incluem máscara, protecção de peito e luvas.


O florete obedece à regra da prioridade. Segundo este sistema, o atirador que pontua num assalto não é necessariamente o primeiro a atingir o adversário, mas sim o que detém a primazia. A prioridade é estabelecida segundo o princípio de parada-resposta: um atirador deve primeiro defender uma estocada (parada) antes de responder com o seu próprio toque e pontuar. Se a resposta falha com uma contra-parada, o primeiro atacante ganha a prioridade, e assim sucessivamente até um ponto válido ser obtido.

(superficie válida para toque de florete)

Comments